notícias

No Dia da Amazônia, deputado pede a retirada de projeto que pretende reduzir a Escarpa

No Dia da Amazônia, deputado pede a retirada de projeto que pretende reduzir a Escarpa

Terca-Feira, 05 de Setembro de 2017

O deputado estadual Rasca Rodrigues (PV) aproveitou o Dia da Amazônia, comemorado nesta terça-feira (5), para fazer um novo apelo aos autores do polêmico projeto de lei 527/2016, que pretende reduzir em 70% os limites da Área de Proteção Ambiental (APA) da Escarpa Devoniana, na região dos Campos Gerais. Rasca pediu aos deputados Plauto Miró (DEM), Ademar Traiano (PSDB) e Luiz Cláudio Romanelli (PSB) que repensassem a iniciativa, que tramita na Assembleia Legislativa (Alep) desde o final de 2016, diante do iminente retrocesso ambiental.

“Todos estamos vendo a reação da sociedade depois que o presidente Temer revogou a Renca (Reserva Nacional do Cobre e Associados), colocando em risco a Amazônia. Esperamos que aqui no Paraná, os deputados repensem esta iniciativa, por amor à vida, amor aos Campos Gerais, por amor à água e toda a biodiversidade da Escarpa Devoniana”, pediu Rasca durante pronunciamento no plenário da Alep.
Rasca é o relator do projeto no âmbito da Comissão de Ecologia, Meio Ambiente e Proteção aos Animais e é abertamente contra o projeto, criado a partir de um estudo da Fundação ABC, ligada a grupos agropecuários da região.


Escarpa Devoniana
A Escarpa Devoniana é a maior APA do Paraná, com 392 mil hectares (pela proposta passaria a ter 125 mil hectares), criada em 1992, para assegurar a proteção dos recursos naturais entre o Primeiro e o Segundo Planalto. Estão dentro da APA os municípios da Lapa, Balsa Nova, Porto Amazonas, Palmeira, Campo Largo, Ponta Grossa, Carambeí, Castro, Tibagi, Piraí do Sul, Jaguariaíva e Sengés.


Patrimônios naturais, arqueológicos e culturais, fazem parte da APA, com destaque os parques estaduais de Vila Velha, do Monge e do Cerrado, além dos cânions do Parque do Guartelá. Importantes rios com o Tibagi, que é usado para o abastecimento de diversas regiões do estado, estão nos limites atuais e podem ser retirados caso a proposta seja aprovada.

VEJA TAMBÉM

Assembleia sedia lançamento de livro e exposição de fotos sobre o tropeirismo e os Campos Gerais
Rasca e gestores discutem ações em prol dos animais para Pontal do Paraná
Audiência pública na Assembleia Legislativa debate questão da exploração econômica da água
Entidades entregam novo parecer contra a redução da Escarpa Devoniana ao presidente da ALEP
Desenvolvido por
Ubis Ideias Digitais logo
Ideias digitais