notícias

Deputados derrubam veto do Governo que retirava à garantia de indenização para atingidos por barragens

Deputados derrubam veto do Governo que retirava à garantia de indenização para atingidos por barragens

Segunda-Feira, 12 de Março de 2018

Com 30 votos contrários e 11 favoráveis, o veto parcial do Governo do Estado, que retirava à garantia do pagamento de indenizações aos atingidos pela construção de 12 empreendimentos hidrelétricos no Paraná, foi derrubado nesta segunda-feira (12) pelos deputados estaduais. Com isto, todos os empreendimentos autorizados pela Assembleia Legislativa no final do mês de dezembro (Lei 19.399/2017), tem a obrigação da parte das empresas de comprovarem o pagamento das indenizações de terras e afins aos atingidos como condição para a liberação da Licença de Operação (LO) do órgão ambiental competente.

A segunda vez que os deputados contrapõem o Governo sobre o tema e mantem a garantia no texto da Lei. Em outubro do ano passado, eles também derrubaram veto semelhante para outros 18 empreendimentos. A garantia de pagamento prévio aos impactados, desta vez, atinge a construção de 10 Centrais Geradoras Hidrelétricas (CGHs) e duas Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs). Coube ao deputado estadual Rasca Rodrigues (PV), presidente da Comissão de Ecologia, Meio Ambiente e Proteção aos Animais (CEMA), a articulação para a derrubada do veto.

Segundo ele, as indenizações antecipadas evitam dores de cabeça no futuro, como acontece atualmente, com os impactados da Usina do Baixo Iguaçu. “Nós já aprovamos em outras ocasiões à garantia do pagamento aos agricultores e demais impactados. Portanto devemos ser coerentes com estes empreendimentos também. Não podemos deixar este passivo social e econômico aos impactados”, defendeu Rasca Rodrigues, que teve apoio dos deputados Luiz Claudio Romanelli (líder do Governo) e Anibelli Neto (líder da Oposição).

A maioria dos empreendimentos da Lei 19.399/2017 estão na região Oeste e Noroeste: CGH Josimar Riqueti (Três Barras do Paraná); CGH Lira Meireles, CGH Pindorama e CGH Bandiera Ronfim (Corbélia); CGH Marcão (Cascavel); PCH Cianorte e CGH Jussara (Jussara); CGH Nossa Senhora de Fátima (Cianorte); Além das CGH Usina de Baixo (Marmeleiro); CGH Condomínio São Luiz (Roncador); CGH Santo Antonio I (Pitanga) e PCH Fortaleza (Tibagi).

 

Votaram A FAVOR das indenizações aos impactados:

ADELINO RIBEIRO (PSL)

ADEMIR BIER (PMDB)

ALEXANDRE GUIMARÃES (PSD)

ANDRE BUENO (PSDB)

ANIBELLI NETO (PMDB)

CLAUDIA PEREIRA (PSC)

COBRA REPÓRTER (PSD)

DR. BATISTA (PMN)

EVANDRO ARAUJO (PSC)

EVANDRO JUNIOR (PSDB)

FELIPE FRANCISCHINI (SD)

FRANCISCO BÜHRER (PSDB)

GILBERTO RIBEIRO (PRB)

HUSSEIN BAKRI (PSD)

JONAS GUIMARÃES (PSB)

LUIZ CLAUDIO ROMANELLI (PSB)

MÁRCIO NUNES (PSD)

MÁRCIO PACHECO (PPL)

MÁRCIO PAULIKI (PDT)

MARIA VICTÓRIA (PP)

NEREU MOURA (PMDB)

PASTOR EDSON PRACZYK (PRB)

PÉRICLES DE MELLO (PT)

PROFESSOR LEMOS (PT)

RASCA RODRIGUES (PV)

REICHEMBACH (PSC)

SCHIAVINATO (PP)

REQUIÃO FILHO (PMDB)

TADEU VENERI (PT)

TIAGO AMARAL (PSB)

 

Votaram CONTRA as indenizações aos impactados:

ALEXANDRE CURI (PSB)

BERNARDO RIBAS CARLI (PSDB)

CLAUDIO PALOZI (PSC) NELSON JUSTUS (DEM)

NELSON LUERSEN (PDT)

PAULO LITRO (PSDB)

PLAUTO MIRÓ (DEM)

RATINHO JÚNIOR (PSD)

STEPHANES JUNIOR (PSB)

TERCÍLIO TURINI (PPS)

TIÃO MEDEIROS (PTB)

VEJA TAMBÉM

Projeto que proíbe a retirada de penas de aves vivas é aprovado na ALEP
Estudo com diretrizes para o uso sustentável da APA da Escarpa Devoniana é apresentado na Assembleia
  Comitê reconhece o trabalho da Assembleia no arquivamento do projeto da APA da Escarpa Devoniana
Dia da Luta contra Discriminação Racial passa na Comissão de Direitos Humanos
Desenvolvido por
Ubis Ideias Digitais logo
Ideias digitais