notícias

Assembleia promulga lei que garante comercialização da poncã para outros estados

Assembleia promulga lei que garante comercialização da poncã para outros estados

Terca-Feira, 02 de Fevereiro de 2016

Assembleia Legislativa do Paraná, por ato do seu presidente, deputado Ademar Traiano (PSDB), promulgou alei que autoriza a comercialização e o trânsito da poncã para outros estados brasileiros, inclusive a provida de folhas e ramos – fato que aumenta a conservação e durabilidade dos frutos, além de indicar sua colheita recente. A Lei nº 18.708 foi publicada no Diário Oficial do Estado no último dia 25.

Segundo o deputado Alexandre Curi (PMDB), autor do projeto que deu origem à lei ao lado do deputado Rasca Rodrigues (PV), a medida vai beneficiar de forma direta e imediata os produtores da região do Vale da Ribeira e de outras áreas produtoras, até então impedidas de comercializar a fruta para fora de nosso estado.

Segundo a lei, o transporte dos cítricos deverá ocorrer acompanhado de Certificado Fitossanitário de Origem – CFO, com as devidas indicações geográficas de onde os frutos foram colhidos. Também será necessária a Nota Fiscal – NF e da Permissão de Trânsito Vegetal – PTV, identificando o endereço, o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas – CNPJ e outros dados que facilitem a rastreabilidade da fruta. A autorização se dará para locais ou regiões onde a ocorrência da doença “pinta preta” (Guignardia Citricarpa) é reconhecida.

Resgate – A nova lei pode resgatar o plantio da fruta, que chegou a ter uma queda de 70% na sua produção face a uma resolução do Ministério da Agricultura, que alegava risco de disseminação da doença através do produto, o que não teria sido comprovado cientificamente. “Como consequência deste erro, os produtores do Vale da Ribeira passaram a optar por outros cultivos, especialmente o do pinus, abandonando o plantio do cítrico. Com este projeto agora convertido em lei a expectativa é de que a região volte a produzir poncã, resgatando uma das grandes características da sua agricultura”, finalizou Curi.

 

Fonte: Alep

VEJA TAMBÉM

Assembleia sedia lançamento de livro e exposição de fotos sobre o tropeirismo e os Campos Gerais
Rasca e gestores discutem ações em prol dos animais para Pontal do Paraná
Audiência pública na Assembleia Legislativa debate questão da exploração econômica da água
Entidades entregam novo parecer contra a redução da Escarpa Devoniana ao presidente da ALEP
Desenvolvido por
Ubis Ideias Digitais logo
Ideias digitais